segunda-feira, outubro 17, 2005

STÉDILE: LULA E FHC SÃO IGUAIS!

Stédile ao Jornal do Brasil: “Hoje, eu votaria no Corinthians”

Em longa entrevista a Juliana Rocha, publicada no Jornal do Brasil desta segunda, o coordenador nacional do MST João Pedro Stédile diz estar decepcionado com o governo Lula e coloca em dúvida o apoio dos sem-terra à reeleição do presidente. Mas, bem lidas as palavras do líder do MST, vê-se que não é bem assim. Ele afirma também, “com pesar”, observa a repórter, que FHC assentou mais famílias do que Lula, mas não tinha compromisso com a reforma agrária. Eis alguns trechos: “Ainda há tempo de progredir neste mandato? Stédile: Nunca é tarde para fazer reforma agrária. O ministro da Fazenda (Antonio Palocci) tem que liberar os recursos necessários para que o Incra agilize as desapropriações. Quem foi mais competente: Lula ou Fernando Henrique Cardoso? Stédile: Estão empatados. O Governo Fernando Henrique tinha uma proposta anti-reforma agrária. Assimilou as teses do Banco Mundial de apenas aplicar a cédula da terra. A proposta de Lula é um plano de Reforma Agrária, o que é muito positivo. Qual dos dois presidentes assentou mais famílias? Pensando em números, na época do Fernando Henrique, a média foi de 60 mil famílias por ano. O governo Lula, do início do mandato até agosto deste ano, assentou 117 mil famílias (média de 44 mil famílias por ano). O nosso problema não é tanto o número de famílias assentadas, mas que a reforma agrária seja vista como política prioritária do governo para resolver os problemas de emprego, pobreza e para enfrentar o latifúndio. Isto, o governo Lula está nos devendo. Se as eleições fossem hoje, em quem o senhor votaria? Stédile: Hoje eu votaria no Corinthians, que vai ser campeão brasileiro (risos). É claro que o movimento sem-terra sempre votou no Lula e nos candidatos mais progressistas. Nunca votamos no Lula por causa dos seus belos olhos ou pela língua travada. Nós votamos no Lula porque ele representava um projeto de mudança. As eleições serão apenas em outubro do próximo ano. Para nós não importa quem serão os candidatos ou as legendas. O Lula tem que explicar se defende um projeto de mudança ou se quer se reeleger apenas porque gostou do poder.”

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home