quarta-feira, outubro 19, 2005

DEZ PERGUNTAS AOS TUCANOS:

Dez perguntas ao tucanato
1 – Por que o PSDB não entrou em tempo hábil com uma representação no Conselho de Ética contra os envolvidos no escândalo do mensalão evitando (ou pelo menos dificultando) com isso a vergonhosa possibilidade de renúncia (que, na verdade, é apenas uma espécie de desincompatibilização antecipada para participar das eleições de 2006)?

2 – Por que o PSDB não usou o seu tempo eleitoral gratuito para questionar o presidente Lula quando ele disse que foi traído mas se recusou a declinar os nomes e os malfeitos dos supostos “traidores” (e por que não fará isso)?

3 – Por que o PSDB não cobrou (e não cobrará) do presidente Lula explicações convincentes sobre a Empresa do Filho (em janeiro de 2005 a produtora Gamecorp que tem como um dos sócios o filho de Lula, Fábio Luis, recebeu um investimento de R$ 5 milhões da Telemar. O capital da empresa era apenas de R$ 10 mil. O negócio foi intermediado pela DBO Trevisan, de Antoninho Marmo Trevisan, amigo do presidente. Lula considerou a operação normal)?

4 – Por que o PSDB não cobrou (e não cobrará) do presidente Lula explicações convincentes sobre o Empréstimo de Lula (em julho de 2005, a Folha de S. Paulo revelou que as contas do PT de 2003 registram uma dívida de R$ 29.436,26 de Lula, paga em quatro parcelas. Lula disse ignorar a dívida. Paulo Okamotto, amigo de Lula e presidente atual do Sebrae, disse que pagou a dívida, mas não mostrou provas. A oposição suspeita que ela foi paga com dinheiro de Marcos Valério)?

5 – Por que o PSDB não cobrou (e não cobrará) do presidente Lula explicações convincentes sobre os Cartões de Crédito (em agosto de 2005, o TCU aprovou uma auditoria sobre o uso de cartões de crédito da Presidência. A Casa Civil nega que os cartões tenham sido usados para pagar despesas pessoais da mulher do presidente, Marisa Letícia. Entre saques e pagamentos, os cartões consumiram quase R$ 20 milhões desde a posse de Lula)?

6 – Por que o PSDB não cobrou (e não cobrará) de Lula explicações convincentes sobre o episódio envolvendo o Irmão do Presidente (Genival Inácio da Silva, o Vavá, irmão do presidente Lula, é acusado de usar seu parentesco para promover tráfico de influência. Segunda a revista Veja, Vavá abriu um escritório em um prédio comercial de São Bernardo do Campo para intermediar demandas que empresários teriam junto a prefeituras, estatais e órgãos do governo)?

7 – Por que o PSDB não interpelou (e não interpelará) formalmente o presidente depois que Duda revelou, em uma CPI, que recebeu dinheiro ilegal, em conta no exterior, para fazer a campanha presidencial?

8 – Quais os motivos do PSDB para blindar Lula (e por que tanto medo de fazer um questionamento mais duro, direto e formal ao presidente – que, afinal, é o responsável pelo que faz o seu governo)?

9 – Por que o PSDB não usa todos os recursos de que dispõe para desmascarar a farsa do “Caixa 2” (mostrando que o objetivo da quadrilha montada no governo era falsificar o processo democrático pela via do controle antecipado dos ‘meios eleitorais’, lançando mão de recursos ilegais e meios criminosos para se perpetuar no poder; ou seja, era, na verdade, um outro tipo de “caixa”, um “Caixa 3”)?

10 – Como o PSDB avalia que ficarão as instituições democráticas e o processo substancial de democratização da sociedade brasileira caso Lula seja reeleito (isso é uma preocupação real, quer dizer, os dirigentes tucanos estão percebendo a ameaça e o perigo iminente ou imaginam que “tudo bem” levar as coisas assim até 2010)?

Vocês topam fazer essas perguntas? Não? Nesse caso, como vocês se sentem fingindo que não leram isso (ou fazendo de conta de que essas questões não são importantes para a sociedade brasileira)?


FONTE: BLOG DA SARAMAR

2 Comments:

Anonymous Saramar said...

Bloody, boa tarde.

Obrigada por citar meu nome.

Vc viu a carta conjunta do PSDB/PFL?

O que acha?

4:00 PM  
Blogger Moderado, o idiota said...

Boa noite!

Proponho fazermos, sim, todas essas perguntas.

[ ]'s

8:13 PM  

Postar um comentário

<< Home