sábado, outubro 29, 2005

AS GRAVAÇÕES DO CASO CELSO DANIEL

O que dizem as fitas 1: Ivone sugere a Gilberto Carvalho
que solidariedade de pessoas importantes pode ajudá-la

O telejornal SBT Brasil divulgou nesta sexta mais alguns trechos das 36 fitas gravadas pela Polícia Federal depois do assassinato do prefeito Celso Daniel. Por terem sido feitas sem autorização judicial, as gravações não podem ser usadas no processo que investiga o crime, que a família e o Ministério Público acreditam esteja vinculado ao esquema de arrecadação de propinas na Prefeitura de Santo André para o financiamento das campanhas eleitorais do PT. Mais uma vez, a preocupação dos petistas com a imagem do partido é evidente. Nada indica lamento ou dor pela morte de Celso Daniel, embora os diálogos grampeados pela PF envolvam pessoas que dizem ter sido muito próximas do prefeito. O então assessor da administração municipal Gilberto Carvalho, atualmente chefe de gabinete do presidente Lula, continua a monitorar as aparições públicas da namorada do prefeito, Ivone Santana. Neste novo trecho, ele comenta uma reportagem sobre ela: “Você foi brilhante. Você foi brilhante em todos os aspectos. Foi brilhante. Foi a melhor reportagem. Eu li tudo desde o começo”. Ivone se mostra empenhada em fixar sua imagem como a da viúva do prefeito e sugere que manifestações de solidariedade a ela podem ajudar nisso. “Eu participei de 25 reuniões, coquetel... com representantes, governadores, né? Eu acho que talvez, se essas pessoas fizessem uma manifestação — assim, sabe? — mesmo de condolências pra mim, ou de apoio pra mim... Uma... individual... Não sei... Não sei quem, né? Algumas pessoas. Isso poderia me ajudar”, diz a namorada. O PT protesta contra a divulgação das fitas, contestando especialmente a descontextualização dos diálogos, que forneceria munição contra o partido. Num outro trecho que o SBT Brasil levou ao ar, Ivone diz: “Eu tava... pensei isso no começo... até a hora que eu recebi o Celso no caixão e vi que o negócio era mais brutal do que tinha sido então... mas só que até agora não tem nenhum indício de nada”.






O que dizem as fitas 2: Greenhalgh elogia fala de Klinger

Outro trecho das fitas do caso Celso Daniel divulgado pelo SBT Brasil nesta sexta mostra o deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (SP), designado pelo PT para acompanhar as investigações do assassinato do prefeito, em ação. Ele elogia para Gilberto Carvalho o depoimento do ex-secretário municipal Klinger Luiz de Oliveira Souza, suspeito de integrar o esquema de corrupção. “O depoimento do Klinger foi muito bom”, diz o deputado, ao que Gilberto interrompe: “Que bom!”. Greenhalgh, então, prossegue: “Muito calmo, muito tranqüilo, muito incisivo, entendeu? Dos depoimentos que eu ouvi, foi o melhor”. Nesta sexta, na primeira reunião da nova Executiva Nacional do PT, alguns líderes do partido afirmaram que as gravações não provam nada. No fim da noite, segundo o SBT, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto divulgou uma nota em nome de Gilberto Carvalho na qual ele declara não reconhecer sua voz num dos trechos divulgados na quinta pelo telejornal. Trata-se da declaração de que havia petistas tentando tirar proveito da comoção criada pela morte de Celso Daniel: “Todo mundo tá querendo dar uma beliscadinha [...] Ontem aquele passeio lá na praça da Sé foi... Que coisa mais... Luizinho tirando partido. Os caras só querem dar uma beliscada”.

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Good judgment comes from experience, and often experience comes from bad judgment.

I have a Phone Sex site/blog. It pretty much covers Phone Sex and Adult related talk.

Come and check it out if you get time :-)
Here is our number 1-900-336-8777

2:00 PM  

Postar um comentário

<< Home